Trabalhos 2020-21

Mocho em 3D

Escola EB/JI de Febres (Cantanhede)

Escalão:  1º escalão (jardins de infância e 1º ciclo)

Projeto do mocho:

Memória Descritiva:
O nosso trabalho teve origem no desafio lançado pela senhora coordenadora do programa Eco-Escolas da nossa escola (EB/JI de Febres), a Professora Maria Teresa Pimentel, num Conselho de Eco-Escolas.
Com recurso ao motor de busca da Google, pesquisaram-se imagens de mochos.
As crianças , consideraram os mochos e as corujas muito semelhantes e questionaram:
- Qual a diferença entre os mochos e as corujas?
Após esta questão, recorreu-se novamente ao motor de busca da Google e escreveu-se:
Qual a diferença entre os mochos e as corujas?
E retirou-se o seguinte:
- "os mochos são as aves de rapina noturnas de pequeno porte, as corujas são as de médio" (…)
- "em geral, as corujas têm olhos pretos, os mochos têm olhos amarelos" (…)
- "Todas são indicadoras de ecossistemas equilibrados e de grande valor biológico. Fazem controlo natural de pragas de micromamíferos e insetos e, como são predadores de topo, ajudam à sustentabilidade das populações das suas presas."
Fonte:https://www.wilder.pt/naturalistas/qual-a-diferenca-entre-mocho-e-coruja/
Após esta informação fomos tentar saber onde constroem os seus ninhos, com recurso novamente ao motor de busca da Google.
E obtivemos o seguinte:
- "Habitualmente constrói o ninho em tocas nas árvores ou rochedos. As fêmeas depositam 3 a 5 ovos, cujas crias nascem após 28 dias de incubação."
Fonte:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Mocho-galego
- "São caçadores noturnos, alimentando-se de insetos, minhocas, anfíbios, lagartixas, e aves pequenas e roedores. Chega a apanhar mariposas noturnas no ar. O seu habitat é em zonas de árvores, jardins e também nas povoações. Quando a fêmea está no choco o macho também caça de dia. Na época de acasalamento aproveitam para ninho um buraco ou cavidade, sem forro, numa árvore. Por vezes aproveitam ninhos de pica-pau ou de corvídeos. O número de ovos da postura varia muito e depende fundamentalmente da quantidade de alimentos disponíveis."
Fonte: https://www.infopedia.pt/$mocho
Depois de sabermos um pouco mais, construímos o nosso mocho ou coruja, pois as diferenças não são assim tão distintas, com recurso a cartão, tecido, pinhas de pinheiros bravos, galhos de cedro, corda de sisal, tampas de plástico, botões, ramagem de cedro, grão de bico, folhas de cameleira, ervas espontâneas dos campos, sacos de papel, papel prateado dos lanches, copos de iogurte, embalagens...
Foi um trabalho que levou todos os alunos da escola a compreender a importância dessas aves, que fazem parte muitas das vezes só da imaginação de cada um e de fábulas infantis!
Foram realizados vários trabalhos nas 5 turmas da EB/JI de Febres.
Optamos por enviar algumas fotografias de todos os trabalhos realizados, uma vez que todos os alunos se empenharam e foi difícil escolher um só trabalho!

Fotos da escultura: