Trabalhos 2020-21

Eco-Piñata

Jardim de Infância de Serpins (Lousã)

Escalão:  1º escalão (jardins de infância e 1º ciclo)

Pesquisa sobre a origem da pinhata:

Memória Descritiva:
1 - Propusemos às crianças a elaboração de um inseto benéfico para a horta biológica com recurso a material de desperdício. Dizemos-lhe que esse inseto iria fazer uma surpresa no Dia Mundial da Criança. Depois de um debate com as turmas, o inseto escolhido foi a joaninha. Algumas crianças verbalizaram que a joaninha era uma piñata, pois já estavam familiarizadas com esta diversão nas festas de aniversário. Aproveitámos para lhes explicar, de forma simples, como tinha surgido esta brincadeira.
2 - As crianças pesquisaram na Internet imagens sobre a joaninhas para conhecerem as suas características físicas.
3 - As crianças usaram uma caixa de cereais para fazer o corpo e uma de capuccino para a cabeça. Recortaram manchas de papel preto e vermelho de folhas de revista e de desperdício, recolhido numa loja de fotocópias (tivemos que usar também algum papel vermelho de lustro, pois os recortes das revistas não era suficiente), para revestir as caixas. Duas tampas de plástico serviram para fazer os olhos. Com rolinhos de papel de jornal fizemos as patas. Na parte de baixo da joaninha, deixámos uma abertura que foi ocultada com papel.
4 - As duas educadoras fizeram biscoitos saudáveis (com aveia, manteiga de amendoim e tâmaras) que embrulharam em película aderente e introduziram na piñata, na ausência das crianças.
5 - No Dia Mundial da Criança, as educadoras penduraram a piñata numa das árvores do recreio e as crianças foram incentivadas a rompê-la. Naturalmente que o entusiamo e a alegria foi geral durante as tentativas para abrir a piñata e maior ainda quando apanharam os biscoitos e os comeram.

Fotos da pinhata: