Trabalhos 2018-19

Calendário do Mar – Fase 2

Centro Infantil da Santa Casa da Misericórdia de Caminha (Caminha)

Escalão:  1º escalão (jardins de infância e 1º ciclo)

Fotografia - Capa:

Fotografia - Janeiro:

Fotografia - Fevereiro:

Fotografia - Março:

Fotografia - Abril:

Fotografia - Maio:

Fotografia - Junho:

Fotografia - Julho:

Fotografia - Agosto:

Fotografia - Setembro:

Fotografia - Outubro:

Fotografia - Novembro:

Fotografia - Dezembro:

Memória descritiva:
1 – Inicialmente foi abordada a temática do mar e da sua preservação e dos animais marinhos com as crianças;
2 – Foi explicado o intuito do concurso de forma a que as crianças nos sugerissem ideias para a concretização do calendário;
3 – Uma criança utilizou a expressão “o mar tem muitos animais e muitas cores” e daí surgiu a ideia de retratar, através da colagem, vários animais e elementos marinhos, atribuindo uma cor a cada um, sendo que a capa do calendário surgiria com os vários animais;
4 – Foram escolhidos os animais/elementos marinhos a retratar e a cor a atribuir com as crianças:
- Peixes – vermelho;
- Caranguejo – cor de laranja;
- Estrelas do mar – amarelo;
- Tartaruga marinha – verde claro;
- Algas – verde escuro;
- Baleia – azul;
- Corais – cor de rosa;
- Conchas – branco;
- Cavalos marinhos – castanho;
- Manta raia – preto;
- Tubarão – cinzento;
- Polvo – roxo;
5 – A Educadora de Infância da sala dos 4 anos desenhou, então, os vários animais/elementos e a capa do calendário em folhas A3 horizontais;
6 – Foram selecionados vários materiais recicláveis ou em desuso (com as variadas cores) a utilizar nas colagens: revistas, catálogos comerciais, jornais, sacos de papel, sacos plásticos, pacotes de leite, pacotes de lenços de papel, rolos de papel higiénico, filtros de café usados, tecidos velhos, papel de cozinha, pedaços de lã, caixas de ovos, pedaços de papel crepe, kraft, celnorte e cartolina, cordas, fitas, esponja, serpentinas, papel de rebuçados, caixa de cola UHU, aparas de lápis, pedaços de cortiça, caixas de perfumes, etc;
7 – As crianças procuraram em revistas, catálogos e jornais as várias cores necessárias e recortaram pedaços ou imagens;
8 – Os restantes materiais foram também recortados pelas crianças e, os de corte mais complexo, pelos adultos;
9 – Os diferentes materiais foram separados por cores;
10 – Os materiais de cada cor foram expostos em mesas e as crianças colaram-nos ao seu gosto nas imagens correspondentes;
11 – A capa foi construída com o auxílio dos adultos;
12 – Concluídas todas as imagens, foi selecionada a frase a utilizar (frase já utilizada previamente na primeira fase do concurso devido ao seu significado e ligação à temática retratada no calendário) e esta foi aplicada à capa;
13 – Para finalizar, a Educadora de Infância fotografou os trabalhos elaborados e construiu o calendário 2020 no computador, adicionando todas as imagens;
14 – O calendário ficou então concluído, tendo sido a sua elaboração de especial relevância e gosto para as crianças.