Trabalhos 2018-19

Calendário do Mar – Fase 2

Jardim de Infância de Boleiros - Maxieira (Ourém)

Escalão:  1º escalão (jardins de infância e 1º ciclo)

Fotografia - Capa:

Fotografia - Janeiro:

Fotografia - Fevereiro:

Fotografia - Março:

Fotografia - Abril:

Fotografia - Maio:

Fotografia - Junho:

Fotografia - Julho:

Fotografia - Agosto:

Fotografia - Setembro:

Fotografia - Outubro:

Fotografia - Novembro:

Fotografia - Dezembro:

Memória descritiva:
O pontapé de saída da atividade foi dado através da observação de elementos marinhos trazidos para a sala: conchas, corais, búzios, areia, ... caranguejos. Cada criança disse uma palavra sobre o que lhe lembrava o mar. Depois as crianças levaram para casa um desafio: conversar com os pais sobre o mar, o que lá existe e se existem zonas marinhas conhecidas. Do feedback recebido começámos a trabalhar cada uma das áreas referidas. No desenvolvimento de cada tema tivemos oportunidade de ver vídeos, livros, fotos, ouvir histórias sobre o mar. Pegámos nas palavras que cada um tinha dito e comeámos a fazer os "quadro".
Para cada tema planeámos o que íamos fazer, cortámos, selecionámos, rasgámos, mexemos, desenhámos, ... pintámos, recortámos,... aos poucos as representações foram surgindo.
Foram usados elentos marinhos recolhidos nos passeios que alguns meninos fizeram à praia e que nos permitiram sentir o cheiro do mar.
Foram usados uma diversidade de materiais desde materiais da natureza a revistas, os mais variados recipientes da cola UHU, material de desperdício (pacotes de leite, cápsulas, palhinhas, ...)
Cada trabalho contém na sua composição um apontamento com algum material da UHU e representa um elemnto no conjunto global: capa - peixe, Janeiro - candeeiro, fevereiro - caracol, março - farol, abril - lagarto em cima das rochas, maio - peixe balão, junho - submarino, Julho - prancha de surf, agosto - corpo dos amigos, setembro - navio de carga transatlântico, outubro - submarino, novembro e dezembro - peixe.
Depois de elaborado foi feito o registo fotográfico e todo o processo foi exposto no placard. O trabalho foi finalmente partilhado com a outra sala. Tendo as crianças explicado todo o processo.
Ficou a faltar a capa uma vez que não nos tinhamos apercebido deste item. Submetemos a foto de dezembro - Mar o berço da vida não é berço do lixo. Ficámos na dúvida se estaria correto. Por isso fizemos um novo quadro - folha capa que representa não só a história de Portugal - as descobertas, o sextante de auxilio à navegação , como também o imaginário que envolve muitas (his)estórias sobre o mar: as sereias, o gigante adamastor.