Trabalhos 2018-19

Calendário do Mar – Fase 2

Escola EB 123/PE do Curral das Freiras (Câmara de Lobos)

Escalão:  1º escalão (jardins de infância e 1º ciclo)

Fotografia - Capa:

Fotografia - Janeiro:

Fotografia - Fevereiro:

Fotografia - Março:

Fotografia - Abril:

Fotografia - Maio:

Fotografia - Junho:

Fotografia - Julho:

Fotografia - Agosto:

Fotografia - Setembro:

Fotografia - Outubro:

Fotografia - Novembro:

Fotografia - Dezembro:

Memória descritiva:
Visualizamos imagens sobre o mar na internet e dialogamos sobre a sua sustentabilidade, porque hoje este tema é indiscutível nas escolas para a formação de uma consciência educativa que vai no sentido da preservação do nosso planeta.
Para cada turma, do 1º ao 4º ano, reproduziu-se o ato democrático do voto. Selecionou-se os animais marinhos que os alunos mais queriam representar para evitar a repetição e explorar a diversidade. Assim, os grupos do primeiro ano escolheram o tubarão e a baleia; o segundo ano, o golfinho, o peixe arco-íris, a manta e o cavalo-marinho; o terceiro ano, o peixe-espada, a água-viva, a estrela-do-mar e o narval; por fim, o quarto ano, o polvo e o peixe-palhaço.
De seguida, cada um fez o seu desenho individual sobre a biodiversidade marinha com o animal escolhido pelo grupo, destacando-o numa folha de papel A4. Pretendia-se que o resultado fosse mais no sentido de uma animação visual e não representar fotograficamente a espécie na sua realidade visual. Posteriormente, os alunos discutiram e escolheram entre si, os elementos criados para o trabalho de grupo numa folha A3, desenvolvendo competências sociais de cooperação e noções de estética aceites por todos, para além da organização espacial na bidimensionalidade.
Difícil, foi mesmo acalmar o entusiasmo e a ânsia da participação que chegava ao extremo de deixar a colagem com vestígios de hesitação, de falta de controlo na quantidade de cola bisnaga UHU, isso apesar da observação atenta do professor. A colagem na sua representação domina a diversidade de papéis, aproveitando restos em revistas, jornais, Eva, cartolinas, etc. E outros elementos como conchas ou olhinhos para animação, tudo numa tentativa de exprimir as emoções e intenções dos alunos sobre o tema da biodiversidade marinha.