Trabalhos 2018-19

Calendário do Mar – Fase 1

Colégio D. Duarte (Porto)

Escalão:  2º escalão (2º e 3º ciclos, Secundário e Superior)

Fotografia:

Descrição da imagem:
O peixe escolhido para o mês de Janeiro do Calendário do mar, o espadarte é considerado, segundo várias organizações, como a Green Peace portuguesa, uma espécie em risco, sendo, por isso, considerado um peixe vermelho.
Segundo a mesma fonte, os stocks de espadarte do oceano Índico estão esgotados e os do Oceano Atlântico Norte estão classificados pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) como
em perigo de extinção.
O desaparecimento do espadarte terá consequências graves, visto ocupar uma posição elevada na cadeia trófica, sendo, por isso, regulador de outras espécies.
Também, o facto da sua maturidade reprodutiva só ocorrer por volta dos 5 ou 6 anos, considerado tarde visto ter uma duração média de 9 anos, constitui um entrave, associado à sobrepesca, à sobrevivência da espécie.
O espadarte é um peixe que atinge grandes velocidades, é um eficaz predador e constitui uma espécie migratória.
Esta espécie foi escolhida pelo alunos, por ser um peixe assiada à costa portuguesa, embora se possa encontrar em todos os oceanos do planeta.
Frase: "Se o espadarte quisermos pescar o seu ciclo reprodutivo teremos que respeitar".