Trabalhos 2017

Jardim de Infância do Pinhal do General

Escalão:  1º escalão (jardins de infância e 1º ciclo)

Descrição do painel:
O Espaço Interpretativo da Lagoa Pequena/ Lagoa de Albufeira torna acessível ao público uma das mais importantes zonas de circulação e nidificação de aves da Europa, enquadrando uma Zona de Proteção Especial para Aves. É uma área de aproximadamente 1,3 quilómetros quadrados que se encontra vedada, e que compreende a Lagoa Pequena e o terreno alagado, denominado Lagoa da Estacada, a zona mais sensível do ponto de vista ecológico. A área de visitação é definida por dois percursos e três observatórios. A grande diversidade de habitats e condições de abrigo, alimentação e nidificação para aves aquáticas, residentes e migratórias, são condições que levaram à integração obrigatória deste espaço no roteiro de birdwatching em Portugal.
A diversidade de espécies de aves, a beleza da paisagem e as condições de acolhimento criadas oferecem as condições ideais para os amantes da observação de aves e da fotografia de natureza.
Mais informações em info.lagoapequena@gmail.com

Memória descritiva:
Memória descritiva - Desafio UHU
O Jardim de Infância do Pinhal do General decidiu aceitar o desafio UHU, no âmbito do Programa Eco-Escolas em parceria com a UHU.
Ao aderir a este desafio pretendemos sensibilizar as crianças e a comunidade para a importância de conjugar a produção e o consumo com a preservação dos recursos em geral e a biodiversidade em particular, cujos objetivos são: aumentar o conhecimento sobre a biodiversidade em Portugal e incentivar a investigação de temáticas relacionadas com a biodiversidade, ecodesign e consumo sustentável.
Pretende-se que este desafio se desenvolva transversalmente tendo em conta as áreas de conteúdo contempladas nas Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar e em articulação com outros projetos em ação ou emergentes. Segundo as Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar, “…a abordagem ao Conhecimento do Mundo implica também o desenvolvimento de atitudes positivas na relação com os outros, nos cuidados consigo próprio, e a criação de hábitos de respeito pelo ambiente e pela cultura, evidenciando-se assim a sua inter-relação com a área de Formação Pessoal e Social…” (Pg. 85).
Para a operacionalização deste desafio contactámos o serviço de Educação Ambiental da Câmara Municipal de Sesimbra e agendámos uma visita ao Espaço Interpretativo da Lagoa Pequena para observarmos o mundo das aves da nossa região, do qual faz parte o Bufo- Real. Este espaço está localizado na Lagoa de Albufeira, concelho de Sesimbra, distrito de Setúbal com o intuito de sensibilizar as crianças para a educação ambiental e consciencializá-las para atitudes que promovam a responsabilidade partilhada e sustentável, tornando-as cidadãs mais conscientes face aos efeitos da atividade humana sobre o património natural, cultural e paisagístico da sua região.
Após a visita em contexto de sala, as crianças registaram em folha própria os saberes e a biodiversidade observada e elegeram, por votação, quais os animais que seriam representados no “Photowall – Bufo-Real e a biodiversidade”.
Para a concretização do “Photowall – Bufo-Real e a biodiversidade”, utilizámos o seguinte material:
- Uma caixa de cartão;
- Reutilizámos uma caixa de cola UHU, esferovite, ráfia (dos fatos de Carnaval) e caixas de ovos de codorniz;
- Tintas cenográficas, pincéis e trinchas, lápis de carvão e papel de cenário;
- Pesquisas na internet (site da Câmara Municipal de Sesimbra);
- Registo Fotográfico das visitas à lagoa Pequena das 4 turmas envolvidas neste desafio (salas 7, 8, 9 e 10 do JI do Pinhal do General, Agrupamento de Escolas da Boa Água, Concelho de Sesimbra, Distrito de Setúbal.
Os intervenientes na operacionalização do jogo:
- Alunos;
- Pessoal docente;
- Professora Bibliotecária do Agrupamento;
- Aluna do 3º ano da Escola Básica da Boa Água, que frequentou esta Unidade Escolar;
-Pessoal não docente;
- Dinamizadoras do espaço Interpretativo da Lagoa Pequena;
- Câmara Municipal de Sesimbra (apoio logístico, transporte)
Após, a sua conclusão os alunos tiraram fotografias que foram publicadas na página do Facebook (Jardim de Infância do Pinhal do General) para sensibilizar a restante comunidade educativa e em geral para a biodiversidade local.
Este projeto decorreu de forma muito positiva, as crianças manifestaram interesse quer na sua elaboração quer na sua implementação e observa-se, atualmente atitudes e comportamentos positivos face às questões ambientais bem como estão sensibilizados para os efeitos da atividade humana sobre o património natural, cultural e paisagístico da sua região.
A equipa pedagógica do Jardim de Infância do Pinhal do General
31 de maio de 2017

Fotos do painel:

1
2
3
4
5
6