Oceanos

Ecossistema de Oceano

A zona do oceano Atlântico afecta a Portugal apresenta uma enorme relevância devido à sua extensão e localização, no total tem uma área de cerca de 18 vezes a do território continental.
O espaço oceânico que se encontra sob jurisdição nacional é rico em biodiversidade e encerra alguns dos mais importantes ecossistemas ao nível global. Entre estes encontram-se os ambientes insulares oceânicos, o mar profundo e as planícies abissais, os montes e bancos submarinos, a dorsal médio-atlântica, as fontes hidrotermais, as zonas estuarinas e lagunares, os canhões submarinos, as zonas de afloramento costeiro e os recifes rochosos.
O Oceano presta uma grande diversidade de serviços de ecossistema uma vez que retém dióxido de carbono, fornece grande parte do oxigénio disponível na Terra através dos organismos fotossintéticos e regula o clima. É ainda de destacar a sua função de reciclagem e armazenamento de poluentes.
A criação e/ou reforço das áreas marinhas protegidas afigura-se como essencial na proteção de grande parte dos recursos oceânicos. Em Portugal, excetuando o caso do Arquipélago dos Açores, em muitos casos as áreas protegidas marinhas acabam por ser extensões de áreas protegidas terrestres localizadas junto à costa.
É importante que as áreas protegidas marinhas tenham uma regulamentação de proteção própria, estruturas de gestão adequadas e sejam sustentadas por critérios científicos.
Na nossa costa podemos encontrar variadíssimas espécies de aves marinhas (garajau, cagarro, mergulhão) , de cetáceos ( cachalote, várias espécies de golfinhos),  peixes (garoupa, atum, mero, espadarte), moluscos (polvo, lula, búzios), crustáceos (caranguejos, camarões, lagostins), equinodermes (ouriços e estrelas-do-mar), entre tantos outros.

Fontes bibliográficas: Estratégia Nacional para o mar; Ecossistemas e Bem-Estar Humano em Portugal (capitulo 13: O Oceano); A Importância Estratégica do Mar para Portugal; Hypercluster da Economia do; Portugal e o Mar – À Redescoberta da Geografia, Tiago Pitta e Cunha, Fundação Francisco Manuel do Santos, 2011.

Sabe Mais

SOBRE OCEANOS
Coordenação:

 

Parceria: